Pastor que teve repercussão negativa de vídeo nas redes sociais, renuncia presidência da Assembleia de Deus de Campina Grande

O pastor presidente da Assembleia de Deus de Campina Grande, Ministério Missões, renunciou o cargo nesta terça-feira (25), causando surpresa entre os membros da igreja e no meio evangélico da cidade. Os motivos ainda não foram revelados, mas inicialmente foram alegados motivos pessoais. Em nota oficial a igreja convida os fiéis para culto de despedida no dia 30 de maio no templo sede da IAD.

Na primeira quinzena deste mês durante pregação na 63º Escola Bíblica de Obreiros (EBO) da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Abreu e Lima (IEADALPE), o pastor criticou os fiéis que trocam suas igrejas por outras de forma bastante agressiva.

Na fala, o pastor comentou ainda sobre os fiéis que trocam suas igrejas por outras e disparou:

“Nesses dias, lá em Campina Grande, chegou dessas igrejas Assembleias de Deus, que está por aí e que aceita tudo e corre para lá um monte de crente. Mulher que quer usar brinco, quer usar calça arrochada, homem que quer usar cabelo grande, que quer usar maquiagem. homem que quer usar brinco, corre tudo para lá. E eu estava dizendo para os pastores, essas igrejas são uma benção porque a gente vem e faz a limpeza nesses trastes e que está dando trabalho para gente e fica o que quer ser santo. Leva esses lixos para lá e deixa o que quer ser santo na palavra. Glória a Deus”, declarou.

Veja nota oficial da renúncia

Compartilhar