Adriano Galdino e Gervásio Maia desmentem quebra de acordo e atribuem boatos à intriga dos adversários

Foto do Jornal da Paraíba

Diante dos boato propagados  nos  últimos dias, de uma possível quebra de acordo para a sucessão da presidência da Assembleia Legislativa, os deputados Adriano Galdino e Gervásio, ambos do PSB, desmentiram qualquer tipo de desentendimento e atribuíram os comentários à campanha difamatória dos adversários políticos, que segundo Gervasinho “pensam pequeno e não se preocupam com o crescimento da Paraíba”.

De acordo com Adriano, os boatos são totalmente descabidos. “Estes boatos não têm o menor sentido. A eleição foi legal e será respeitada. Meu foco é concluir em janeiro o meu mandato de presidente da Assembleia Legislativa e continuar meu trabalho de deputado e focar minha reeleição, pois elegemos 14 prefeitos aliados”, disse.

Gervásio Maia será o próximo deputado a presidir a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, em 2017, o segundo biênio legislativo, fruto de um acordo entre os deputados da base aliada do governo. No primeiro biênio (2015/2016) ficou com Galdino e o segundo (2017/2018) está previsto para ficar com Maia.

“Nós pensamos grande, nós não pensamos pequeno. Quem fomenta isso são aqueles que pensam pequeno. E estão perdendo seu tempo, tempo esse que deveriam estar usando em beneficio do Estado da Paraíba”, destacou Gervásio afirmando que enquanto eles pensam dessa forma os deputados da base governista estão pensando em recursos para o Viaduto do Geisel, da Perimetral Sul, da nova adutora de Camará, nas estradas que estão com suas obras em andamento, nas escolas que estão sendo construídas, etc.

O deputado João Gonçalves também se posicionou a respeito e disse que Adriano Galdino jamais proporia a anulação da eleição. “Acho que alguém sonhou com isso. Por parte de algum parlamentar, não existiu, nem existirá qualquer tentativa de golpe com relação à outra mesa. Foi uma votação aberta, clara e será mantida. O deputado Adriano Galdino jamais iria propor um golpe. Não há motivos”, afirmou.

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp