Adriano Galdino relembra o início de sua trajetória política em Pocinhos, durante entrevista à Pocinhos FM

Em entrevista a Rádio Pocinhos FM, na manhã deste sábado (21), o Secretário de Articulação Política e deputado estadual licenciado Adriano Galdino (PSB) fez um percurso sobre toda a sua trajetória política, em comemoração ao seu aniversário no dia de hoje. Adriano lembrou o início quando foi candidato a vereador no município, época em que era funcionário do Banco do Brasil e trabalhava na Construção Civil, lembrando-se da votação que obteve na época e dos primeiros correligionários.

“Lembro que quando fui tomar posse na Câmara eu disse que dali há quatro anos eu iria tomar posse como prefeito. Alguns riram, outros duvidaram e muitos acreditaram . Sempre com pé no chão, na luta, conversando com todo mundo e quatro anos depois conseguimos vencer as eleições pra prefeito”, relembrou.

Galdino disse que na época em assumiu a prefeitura enfrentou uma das maiores secas da região Nordeste, numa época em que faltava água para a zona urbana e rural e não se tinha programas de assistência social, como o Bolsa-Família. “Os municípios viviam uma ameaça de invasão de feiras e supermercados. Era uma situação difícil”, acrescentou.

Adriano lembrou que durante o período que foi prefeito muitos moradores vinham da zona rural até a sua residência, às vezes para fazer refeições. Naquelas oportunidades conseguiam conversar com várias pessoas, e ali tentar resolver algumas demandas mais urgentes. “Você imagine o que era administrar uma cidade sem água, sem emprego, as pessoas ‘lisas’ e todos os dias chegavam demandas como feiras, exames médicos, transporte para hospital, abastecimento de carro-pipa entre outras coisas”, disse.

“Eu nunca deixei de atender uma pessoa que precisava de uma medicação, um exame ou transporte. Quando a prefeitura não podia fazer tirávamos nossos recursos e pagávamos”, completou. Enquanto gestor de Pocinhos Adriano diz que nunca deixou de prestar assistência aos moradores, sendo aliados ou adversários políticos. “Até mesmo de inimigos políticos, entretanto não guardo mágoas de ninguém, e nem mesmo dinheiro. Tudo o que eu recebo gasto com quem mais precisa”, sublinhou.

O socialista lembrou que na época que terminou os quatro anos de mandato conseguiu reeleger o seu sucessor, Hermes Filho, mas que três meses após rompeu e se aliou a todos os adversários políticos do grupo. “Fui uma época em que fui muito perseguido, o então prefeito me denunciou bastante, e quatro anos após fomos disputar uma reeleição e ganhamos, com uma votação bem superior. Com esse trabalho feito junto aos mais carentes, que sempre estiveram do nosso lado, quatro anos após fomos reeleitos com uma votação bem expressiva”, lembrou.

Durante o período em que foi prefeito Galdino lembrou de algumas obras estruturantes no município de Pocinhos, a exemplo da reforma da Praça Getúlio Vargas e da implantação do sistema de iluminação pública na zona rural do município. “Fomos colocando iluminação sitio por sitio, até conseguir apagar o último candeeiro da zona rural de Pocinhos”, completou.

O Secretário disse que foi devido ao reconhecimento a esse trabalho com os mais carentes que conseguiu se eleger deputado estadual, com o apoio massivo de prefeitos, vereadores e lideranças dos municípios no entorno de Pocinhos. “Não foi um caminho fácil, mas é só determinado corajoso e ir para a luta”, finalizou Adriano, agradecendo pelas milhares de mensagens que recebeu durante a sua entrevista.

Redação

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp