AGULHADAS: 19 pessoas atendidas com furos de agulhas no Hospital de Trauma

Imagem: ilustrativa / Veja SP

Já chega a 19 o número de pessoas atendidas com furadas de agulhas, feridas no Parque do Povo, do sábado (9) a esta segunda-feira (12). O registro é do Hospital de Traumas de Campina Grande, que não parou de receber as vítimas. De acordo com o registro médico, foram 15 homens e quatro mulheres atendidas. O número total de vítimas furadas com agulhas nos festejos juninos é de 20. Uma vítima era participante da Namoradrilha.

Segundo informou o diretor do Hospital de Trauma de Campina, Geraldo Medeiros, mesmo as vítimas não sabendo se foi injetado algo em seus corpos, o Hospital está adotando o procedimento contra o HIV e Hepatite B nas vítimas. Ele alertou as pessoas que foram furadas a se dirigirem ao hospital.

Geraldo relatou ainda que uma das vítimas contou que foi segurada dentro do Parque do Povo por quatro pessoas, enquanto outra o furava. “São várias pessoas que estão com esse intuito de agredir. Pelo relato desse paciente, foram quatro pessoas que o imobilizaram e o agrediram. Essa mesma vítima recebeu várias furadas, inclusive com lesões tangenciais. O setor de infectologia do hospital está seguindo o protocolo de lesões contaminadas e adotando as medidas de praxe. As vítimas foram atendidas e orientadas a pegar a medicação para tomar durante 30 dias”, afirmou.

Até o fechamento desta matéria, a polícia ainda não tinha informado sobre a investigação.

Redação PB Debate 

Veja também: Sobe o número de vítimas de agulhadas no Parque do Povo

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp