Alunos da rede particular realizam ato público em defesa dos professores

Estudantes se reuniram hoje na frente do Colégio Autêntico, que pertence ao presidente do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino de Campina Grande (SINEPEC), Antonio Andrade para se solidarizar à greve dos professores, que foi iniciada na última sexta-feira (18) em Campina Grande. Para simbolizar a situação salarial dos professores os jovens vestiram-se com roupas pretas.

Com cartazes de apoio e gritos de ordem, os adolescentes ficaram um tempo na frente da escola e depois percorreram as ruas no entorno da escola, que fica na área da Conceição e Centro de Campina Grande.

De acordo com o estudante Samuel Franca, a reivindicação dos professores é justa porque eles as mensalidades das escolas participares tiveram aumento de mais de 15%, mas o pagamento dos professores está com déficit. “Escolhemos a frente do Colégio Autêntico porque a escola reajustou a mensalidade e o dono que é presidente do sindicato não quer dar um reajuste adequado e alega inadimplência, mas os professores não tem nada a ver com isso”, disse.

O Portal Paraiba Debate tentou entrar em contato com o diretor da escola, Antonio Andrade, mas não conseguiu contato até a publicação desta matéria.

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp