Após denúncias, oposicionista requer informações à prefeita sobre concurso do Conde por suspeita de fraudes

Devido a avalanche de denúncias e reclamações recebidas, o vereador do município de Conde , Ednaldo Barbosa (Foto), conhecido como “Naldo Cell”, ingressou, nesta terça-feira (07), com um pedido de informações, junto à prefeitura da cidade, sobre o concurso público, realizado pelo executivo, no último final de semana.

Na justificativa, o parlamentar informa que foram inúmeras as reclamações recebidas, tanto no que diz respeito ao número de inscritos, quanto a falta de fiscalização na realização do certame.

Segundo ele, muitos dos inscritos ingressaram nas salas de aula para realizar a prova com material eletrônico, o que corrobora para a suspeita de fraudes. Alguns dos inscritos, ao se deslocarem para os banheiros também não teriam sido acompanhados por fiscais, o que aumenta ainda mais a suspeita de que a realização do certame seja um jogo de “cartas marcadas”.

Nas redes sociais uma jornalista relatou ter feito a inscrição, mas não pagou o boleto e, para a surpresa dela, o local da prova estava liberado como se ela tivesse efetuado o pagamento.

Logo que surgiram as denúncias o Ministério Público da Paraíba (MPPB) iniciou uma investigação. Um dos erros aconteceu logo no processo de inscrição

De acordo com o promotor Edmilson de Campos Filho, as inscrições do concurso, que oferece 343 vagas, foram prorrogadas por mais sete dias sem a devida publicação e divulgação de um novo edital, o que configuraria uma irregularidade no certame.

O concurso do Conde ofertou 343 vagas para cargos de níveis fundamental, médio e superior. As remunerações variam entre R$ 800 e R$ 2 mil.

VEJA O REQUERIMENTO

VEJA O RELATO NAS REDES SOCIAIS


Com informações PB Agora

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp