Após repercussão negativa e “dura” do governador, Prefeitura de JP tenta justificar veto a obra do Grupo Ferreira Costa

Sede da administração municipal de João Pessoa (Foto: Reprodução)

A Secretaria de Planejamento de João Pessoa emitiu uma nota na manhã desta terça-feira, 12, revelando que o Grupo Ferreira Costa apresentou um “novo” projeto que será apreciado pela pasta e se não for encontrado “inconformidades” a obra será liberada.

Na verdade a Prefeitura busca encontrar uma saída menos traumática para o problema que se envolveu de maneira bastante suspeita embargou a obra depois de ela mesmo (a Prefeitura), ter liberado.

Após repercussão que o caso tomou ao vir a público e depois que o governador Ricardo Coutinho (PSB) anunciou que convidaria o prefeito Luciano Cartaxo (PSD), os representantes da empresa, o Ministério Público e a Câmara de Dirigentes Lojistas, para uma reunião e intermediar uma solução, inclusive cobrando a Prefeitura o real motivo do embargo, Cartaxo teria determinado a secretária Daniela Bandeira (Planejamento) que encontrasse uma solução para o caso.

Veja também:

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp