Após ‘rompimento’ entre PDT e PSB, prefeita descarta apoio a Damião

Eunice é filiada ao PSB, partido do governador Ricardo

A prefeita de Mamanguape, Maria Eunice (PSB), rompeu o silêncio sobre o rompimento do PDT da vice-governadora Lígia Feliciano com o PSB do governador Ricardo Coutinho. Antes dessa decisão, a professora como gosta de ser chamada, teria selado um compromisso de apoiar para a Câmara dos Deputados, o marido de Lígia, Damião Feliciano (PDT).

O deputado Damião contava com apoio de um grupo liderado por Eunice e sua vice, Baby Helenita (PRTB), em Mamanguape. O pedetista estava na dobradinha com o deputado estadual Ricardo Barbosa (PSB).

Primeira mulher que se elegeu prefeita da cidade que hospedou o imperador Dom Pedro II, Maria Eunice tem estilo diferente dos antecessores no campo administrativo, nas decisões políticas, é o que se fala nas esquinas e praças, principalmente da sua coragem e determinação em relação à conjuntura política estadual e do município desde o pleito 2016.

Nos bastidores, circulam boatos que Eunice deve apoiar para a Câmara dos Deputados, o presidente da Assembleia Legislativa (ALPB), deputado Gervásio Maia (PSB), fala-se também, no médico e deputado federal Hugo Motta (PRB), mas “ela” ainda não revelou o nome do novo felizardo, que deve apresentar aos seus correligionários.

O afastamento do grupo Feliciano e dos socialistas é claro, porém ainda não foi oficializado. Lígia se apresenta como candidata do projeto enquanto o PSB apresenta João Azevedo como legítimo representante do modelo liderado pelo governador Ricardo Coutinho de governar.

Redação com informações de Chico Soares

Veja também:

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp