BASTIDORES: Filiação de Lígia e Damião Feliciano ao PSB começa a ser especulada

Damião, Lígia e Ricardo Coutinho (Foto: Reprodução)

Nas rodas de política da Capital paraibana, além da saída do senador Raimundo Lira do MDB para o PSD, uma possível filiação da vice-governadora Lígia Feliciano e do seu esposo, o deputado federal Damião Feliciano – ambos do PDT – ao Partido Socialista Brasileiro, o PSB, do governador Ricardo Coutinho, também já é discutida.

Tal articulação seria para garantir que caso Ricardo deixasse o governo para disputar o Senado, a vice não romperia nem tampouco disputaria o cargo de governadora pois a legenda será dada ao pré-candidato do partido, João Azevedo. No caso de Damião, ele precisaria da legenda para disputar a reeleição, o que também serviria de garantia de apoio ao projeto do PSB.

Caso os Felicianos deixem o PDT a legenda poderá ser comandada pelo deputado federal Veneziano Vital, que já foi filiado ao partido e que ontem, segunda-feira (02), anunciou sua saída do MDB, ou por um dos filhos do casal, Renato ou Gustavo Feliciano.

Redação

Veja também:

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp