Bruno Cunha Lima afirma que pré-candidatura a deputado federal “é irreversível, mas não é um projeto familiar”

O deputado estadual Bruno Cunha Lima, ex-filiado ao PSDB, hoje presidente do Solidariedade (SDD) da Paraíba, negou nesta quinta-feira (19), que a sua pré-candidatura a Câmara Federal seja projeto familiar. O jovem parlamentar ainda garantiu que sua postulação é irreversível, mesmo com o seu primo, Pedro Cunha Lima (PSDB), sendo pré-candidato a reeleição.

“Pedro é o candidato da família, mas decidi me lançar pra consolidar um trabalho, é uma decisão minha, dos meus amigos e aliados. Minha candidatura é irreversível, mas não é um projeto familiar”, justificou.

O parlamentar ainda lembrou que seu avó Ivandro Cunha Lima e Cássio – seu tio – foram eleitos deputados em 1994, o que não impediria dele e do primo também obterem êxito na eleição deste ano.

Após reforçar que se manterá na oposição, Bruno desconversou sobre o apoio do Solidariedade aos pré-candidatos do grupo ao governo, José Maranhão (MDB) ou Lucélio Cartaxo (PV). “Vamos propor ações na saúde, segurança e em outras áreas, depois discutiremos nomes. Não temos pressa”, enfatizou.

Redação

Veja também:

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp