Cássio defende saída de Aécio da presidência do PSDB

Apesar de ressaltar a sua amizade pessoal com o senador Aécio Neves, o paraibano Cássio Cunha Lima (PSDB), vice-presidente do Senado Federal, admitiu que é inegável o sentimento dominante no partido para que o sobrinho do falecido ex-presidente Tancredo Neves formalize sua renúncia à presidência nacional da legenda, que está sendo ocupada interinamente pelo senador Tasso Jereissati do Ceará.

Aécio retomou ao mandato parlamentar, ontem (18), após a decisão do plenário do Senado derrubando a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que o havia afastado por causa de denúncias de recebimento de propinas.

Cássio fez coro com Tasso na proposta para a saída de Aécio do comando da legenda. O parlamentar paraibano frisou que sua fala vai fazer Aécio refletir.

“Acho que a manifestação pública que eu fiz e que o senador Tasso Jereissati fez vai ter algum efeito na reflexão de Aécio Neves, mas isso não retira o caráter unilateral da decisão e precisamos respeitá-la”, disse.

 Redação com Os Guedes

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp