Chove forte no Nordeste: Patos registra mais de 65.0 mm/24h

As grandes áreas de instabilidade se espalham sobre o Nordeste do Brasil e as nuvens carregadas chegaram ao sertão. A mudança no tempo foi percebida até nas áreas mais secas do interior de Alagoas e de Sergipe, onde também começaram a ficar com grandes nuvens nesta sexta-feira.

Canto do Buriti, no Piauí, voltou a ter outra tempestade. Choveu 53,2 mm apenas entre 11h e 12h, hora local, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia. Em São Luís do Quitunde, no litoral norte de Alagoas, a chuva caiu forte na manhã desta sexta-feira e até o meio-dia (local) já havia chovido 54,8 mm.

Choveu demais também em São Raimundo Nonato, no Piauí, e o volume acumulado entre 7h e meio-dia desta sexta-feira se aproximava dos 95 mm.

O sertão de Pernambuco teve o maior volume de chuva no Brasil entre 10h do dia 9 e 10h do dia 10 de fevereiro, pelo horário de Brasília. Choveu 82,6 mm em, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia.

Em Teresina, conforme dados do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN), o acumulado de chuva chegou a 139 mm entre às 12h do dia 9 e 12h do dia 10 de fevereiro, no horário local.

Volumes de chuva acima dos 50 mm também foram observados neste período em áreas do Maranhão, do Piauí, da Paraíba e da Bahia.

53f831df3c9248a2d10f056bdaa11e3f

Fonte: terra.com

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp