CRISE NO RN: Militar é encontrado morto dentro de alojamento durante operação

(Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

De acordo com informações do G1 RN o corpo de um militar do Exército foi encontrado morto dentro um alojamento, que está sendo utilizado na Operação Potiguar III, na cidade de Mossoró. Segundo informou a Comunicação do Exército o militar encontrado morto foi identificado como 1º Tenente Júlio César Ribeiro Feitosa Soares, membro do 23º Batalhão de Caçadores, com sede em Fortaleza(CE). A motivação da morte ainda é uma incógnita.

A equipe da Delegacia de Plantão da cidade se dirigiu até o ginásio Pedro Ciarlini, local aonde o militar foi encontrado, que fica no bairro Bom Jardim. A equipe chegou por volta das 7h de ontem, mas foi impedida de entrar no local, sob a alegação de que o exército estavam aguardando uma equipe pericial da Polícia Federal e um perito militar, que estaria vindo de Recife.

O Exército explicou que assim que sair a causa da morte do militar que será divulgado em nota, e acrescenta que está sendo dada toda a assistência aos familiares.

A crise no Rio Grande do Norte se instalou desde o dia 19 de Dezembro, quando Policiais Militares, Civis e Corpo de Bombeiros entraram em paralisação, exigindo do governador Robinson Farias(PSD) o pagamento dos salários de Novembro, Dezembro e 13º. Sem policiamento nas ruas cresceu o número de ações criminosas no estado, como assaltos, arrastões, homícidios, roubos, furtos entre outros.

Após um pedido ao Ministério da Defesa foram enviados mais de 2,6 mil homens do exército para garantir a segurança no estado, dividindo esses homens em bases montadas nas principais cidades do RN. No último Domingo(31) o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte determinou a abertura de um inquérito para prender e expulsar os militares que estivessem incentivando as manifestações. A justiça também autorizou o estado a retirar R$ 227 milhões do Fundo Nacional de Saúde, para pagar os salários do mês de Novembro.

Redação

 

VEJA TAMBÉM

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp