Defesa de Dilma será apresentada na segunda-feira

O vice-líder do governo na Câmara, deputado Paulo Teixeira (PT-SP), anunciou nesta quinta-feira (31), que a defesa da presidente Dilma Rousseff será protocolada na comissão do impeachment na próxima segunda-feira, às 16h. Os governistas querem que o advogado-geral da União, ministro José Eduardo Cardozo, faça a sustentação oral da defesa às 17h.

De acordo com Teixeira, a intenção é que, no último dia do prazo final dado à petista, Cardozo faça uma exposição de duas horas aos membros do colegiado. A aposta é que a boa oratória do ministro convença os deputados que ainda não têm uma posição fechada sobre o impeachment. A programação só mudará se a presidente da República optar por judicializar o processo.

Os governistas deixaram a sessão de hoje comemorando a audiência com o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, e com o professor de Direito Tributário da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) Ricardo Lodi Ribeiro.

Os aliados do Planalto acreditam que, diferentemente da reunião de ontem, onde os juristas Janaina Paschoal e Miguel Reale Júnior deram um tom político em suas explanações, hoje os parlamentares tiveram a oportunidade de ouvir explicações técnicas sobre as chamadas “pedaladas fiscais”. “Quisemos trazer o jogo para o campo correto”, afirmou Teixeira.

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp