Delator revela repasse de propina de R$ 2 milhões para nora de Lula

15

O lobista Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, disse em depoimento no processo de delação premiada homologado no Supremo Tribunal Federal que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teria participado pessoalmente de negociações para incluir a empresa OSX em contratos relacionados à Petrobras, destaca o jornal O Globo.

A informação foi divulgada nesta quinta-feira pelo “Jornal Nacional”, da TV Globo. Segundo a reportagem, uma nora do ex-presidente teria sido beneficiada com pagamento de propina no valor de R$ 2 milhões.

Baiano relatou, ainda segundo o “JN”, que o empresário José Carlos Bumlai foi procurado para ajudar no negócio de interesse da OSX.

A transação não foi efetivada, mas Bumlai exigiu pagamento de R$ 3 milhões e disse que o dinheiro seria destinado a uma nora de Lula.

“Lula tem quatro noras e nenhuma delas recebeu, direta ou indiretamente, qualquer quantia ou favor do réu Fernando Baiano. É deplorável que a palavra de um réu confesso, sem amparo em fatos nem provas, seja divulgada mais uma vez de forma ilegal, com claro objetivo político”, diz a nota divulgada pelo Instituto Lula.

Da Redação com oglobo

Compartilhar