DEM deve indicar Efraim Filho para comissão da Reforma Política na Câmara dos Deputados

Efraim está em seu terceiro mandato na Câmara

O deputado federal Efraim Filho deve mesmo ser a indicação do DEM para a Comissão Especial da Reforma Política, na Câmara dos Deputados, como afirmou o site Congresso em Foco nesta terça-feira (18). Em entrevista ao Blog do Gordinho, Efraim disse que já está trabalhando com essa hipótese: “A indicação pertence ao partido e há uma confiança no nosso nome, já que sou vice-líder do DEM. Vai ser bom para dar vez e voz à Paraíba nesse debate nacional”, disse.

Efraim garantiu que entrará no debate de mente aberta para “ouvir, debater, convencer e ser convencido” e já sabe que bandeiras defender: unificação das eleições, com mandato de cinco anos para o executivo e legislativo; a proibição da reeleição; e o fim do voto obrigatório. “Vai ser preciso um ajuste para que possam coincidir as eleições, mas pensando que a mudança só pode ocorrer na próxima eleição, porque qualquer tentativa de prorrogação de mandato é inconstitucional”, defende.

O parlamentar defende que a mudança também ocorra para os senadores, cujo mandato é de oito anos, mas confessa que a medida pode não ser aprovada no Senado Federal.

Sobre a possibilidade de retorno do financiamento privado de campanha, Efraim disse que será contra a proposta. “Eu acho inviável, pouco provável e terá o meu voto contra. Já vimos que o financiamento provado foi um indutor de escândalos de desvios de recursos. A operação Lava Jato desnudou esse cenário de democracia vendida e não queremos voltar a reviver esse tipo de experiência”, disse.

O deputado federal Hugo Motta (PMDB) também é cotado para integrar a Comissão Especial da Reforma Política. A previsão é que a instalação da Comissão aconteça amanhã (19).

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp