DENÚNCIA: médicos do Isea estão sem receber adicional de produtividade desde outubro

Foto: Reprodução

Médicos que atuam no Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (Isea) denunciaram ao Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste e da Borborema (Sintab), que estão sem receber o adicional de produtividade desde o mês de outubro. Conforme as denúncias que chegaram até a direção do Sintab, a Secretaria de Saúde teria alegado aos profissionais que não há recursos disponíveis para o pagamento do benefício, ou seja, não há previsão para regularizar a situação.

Ainda de acordo com os relatos, muito prestadores contratados já pediram demissão e os servidores efetivos estão tendo que cobrir a escala para não deixar o serviço sem atendimento. “Todos os médicos estão trabalhando sem estímulo, pois além de estarem atendendo a uma demanda muito elevada de pacientes, estão tendo que dobrar ou triplicar a sua carga horária e não estão recebendo os seus rendimentos. Muitos estão pensando em pedir licença-prêmio ou licença sem vencimento, o que pode piorar ainda mais a situação do Isea”, diz um(a) profissional, que terá sua identidade preservada.

Outra revelação é de que os médicos que possuem dois vínculos só receberam o 13º referente a um deles, além disso, o salário nunca é depositado dentro do mês trabalhado, mas somente após o dia 12 do mês subsequente. O Sintab informa que irá investigar a situação e caso as denúncias sejam comprovadas, tomará todas as providências cabíveis, incluindo as judiciais.

Redação com Ascom

VEJA TAMBÉM

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp