Depois de João Azevedo, Ricardo também coloca PSB à disposição de Cartaxo para aliança

O governador Ricardo Coutinho (PSB) falou nesta segunda-feira (05), sobre a decisão do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), de não mais disputar o Governo da Paraíba nas eleições deste ano. O socialista evitou tecer críticas diretas ao gestor e não descartou uma possível aliança.

“É uma decisão de natureza pessoal. Eu não discuto o que qualquer outra pessoa faça acerca de sua caminhada de vida. O PSB está aberto a conversar com todas as forças que, por ventura, compreendam o momento diferenciado que a Paraíba está vivendo”, garantiu Ricardo.

“Aquelas forças políticas que compreendam que o momento é de avançar e não de retroceder, evidentemente que o PSB haverá de dialogar com todos esses agentes e atores políticos”, sustentou.

Coutinho também falou sobre a possibilidade de amenizar o tom das críticas ao governo municipal em prol de uma futura aliança e destacou que, para uma articulação neste sentido, será necessário prevalecer as convergências em detrimento das diferenças. “A crítica eu recebo com naturalidade. Rebato aquelas que eu posso rebater e outras não. Agora, não se faz uma aliança pensando nas críticas, se faz pensando em convergência. O que conta é o que nós queremos fazer para o futuro”.

Na sexta-feira (02), um dia após a decisão de Cartaxo, o pré-candidato do PSB ao Governo do Estado, João Azevedo, também deixou as portas abertas para uma posição composição aliança com Cartaxo.

Veja também:

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp