Depois de plenária do PSB, debate entre oposição e situação começa a esquentar na Câmara Municipal de Campina Grande

O lançamento da pré-candidatura do deputado Adriano Galdino na plenária do PSB em Campina Grande já surtiu efeito na Câmara Municipal Casa de Félix Araújo. Na sessão de ontem, o embate entre os vereadores de oposição e os de situação esquentou. Após um pedido de audiência para discutir o fechamento do Museu Assis Chateaubriand (MAC), do vereador Aragão Júnior (PSDB), a bancada situacionista direcionou críticas ao governador Ricardo Coutinho. O líder do PSB na Câmara, vereador Murilo Galdino contestou os comentários e disse que o fechamento do equipamento cultural é responsabilidade da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB).

Murilo explicou que diferente da Prefeitura de Campina Grande, o governo do Estado se destaca no cenário nacional por estar com a folha de pagamento em dia e as contas equilibradas. “Quem decidiu fechar o MAC foi a UEPB, não se trata de culpa da gestão estadual porque a instituição é independente. Eu mesmo já trouxe este tema para o parlamento e acho importante discuti-la e até ampliar para outros equipamentos culturais, mas devemos debater com transparência e responsabilidade”, disse.

Diante do mote, o vereador acabou falando de fazer de forma contundente, uma comparação entre a gestão municipal e a estadual, elencando obras do governo do Estado em Campina Grande entre as obras do executivo municipal. O líder do PSB no legislativo campinense questionou quais as obras que estão sendo feitas pelo prefeito Romero Rodrigues, em Campina, sem a participação de governo federal. Murilo também indagou sobre o andamento das obras.

Fernanda Souza

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp