Diocese de Campina Grande deve manter Igrejas abertas e rigidez nos protocolos sanitários

Catedral de Campina Grande (Foto: Reprodução)

As Igrejas que integram a Diocese de Campina Grande em mais de 60 municípios, por enquanto, continuarão com as portas abertas para os fiéis. A Diocese não acompanhará a decisão tomada pela Arquidiocese da Paraíba, que na manhã desta segunda-feira (22) determinou o fechamento de Igrejas para evitar o contágio pelo novo Coronavírus que voltou a registrar índices alarmantes de casos e óbitos no Estado.

A decisão do Arcebispo Dom Manoel Delson vale para João Pessoa (sede), cidades da faixa litorânea e uma pequena parte do Agreste e Brejo. Além da Arquidiocese, a Paraíba tem outras 4 Dioceses: Cajazeiras, Patos, Campina Grande e Guarabira. Cada uma delas com seu Bispo, que responde por sua jurisdição eclesial.

Imagem: Reprodução

No caso de Campina Grande, os protocolos preventivos que já vem sendo adotados, como o distanciamento social, uso obrigatório de máscara, pontos com álcool em gel e agendamento serão intensificados segundo informou a assessoria da Diocese à Redação do Portal Paraíba Debate, algo pode ser modificado e fica condicionada a eventuais decretos do município e do Estado.

Redação Paraíba Debate

Compartilhar