Duas empresas são interditadas por emissão ilegal de carteira de estudante

Duas empresas foram interditadas nesta quinta-feira (09) em Campina Grande pela equipe de fiscalização do Procon da cidade por descumprimento à lei municipal nº 6.046/2015 e à decisão judicial da 2ª Vara da Fazenda Pública. As empresas Carteira On Line e Carteira Estudante na Hora emitiam carteiras de identidade estudantil de forma ilegal.

Após o recebimento de várias denúncias, o Procon notificou as empresas para que suspendessem a confecção dos documentos. No começo de junho foi concedido o prazo de cinco dias para interromper as atividades. O Coordenador Executivo, Paulo Porto de Carvalho Junior explicou que “passado o prazo, as empresas insistiram em continuar as emissões sem que estivessem licenciadas, por essa razão estão interditadas e não poderão continuar”.

De acordo com o Procon, as carteiras de estudante emitidas pelas empresas estão invalidadas. A lista completa de entidades licenciadas está disponível para os estudantes na Sede do Procon Municipal, localizada á Rua Prefeito Ernani Lauritzen, Nº 226, no Centro da cidade.

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp