Emmanoel diz ter sido traído pelo grupo do prefeito, após eleição na Câmara de Pocinhos

Terminada a eleição da mesa diretora, para o biênio 2019-2020, da Câmara Municipal de Pocinhos, o vereador Jorge Alberto(PP) foi reeleito. Votaram em Jorge os vereadores Pauliano Lamec(PSDB); Edson Luís(SDD); Sóstenes Murilo; Mônica de Nazaré; Monica de Beto, ambos do PSB e Memel Chaves(PTB), que de última hora retirou o seu nome da disputa e votou na reeleição do atual presidente.

Emmanoel Pereira(PTB), que era candidato, votou em si, junto com o Florípes Henriques(PTB). Entretanto Emmanoel disse que a eleição antecipada quebrou um acordo firmado entre os vereadores da situação, firmado em Dezembro do ano passado, para que o primeiro biênio fosse escolhido Dr. Jorge, e no segundo biênio a escolha deveria ser feita entre Emmanoel Pereira(PTB) e Pauliano Lamec(PSDB).”Infelizmente esse acordo foi quebrado. Eu tenho essa minha aparência de jovem, mas sobretudo o que eu tenho é palavra”, frisou.

Ele fez uma análise de toda a situação do grupo, que culminou com a eleição antecipada da mesa diretora.” Lamentavelmente os vereadores da oposição, que logicamente tem a jogada política, entraram com um projeto pedindo a antecipação, vendo a questão da desunião no nosso grupo, e os problemas de saúde que o prefeito Claúdio vem enfrentando.Tanto é que ele nem se movimentou nos bastidores para tentar amenizar com tudo o que vinha acontecendo essa semana”, disse, se referindo às críticas feitas na Tribuna o anúncio do rompimento do seu colega Florípes Henriques do grupo governista.

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp