Empresa é interditada por falsificar água mineral

Uma empresa localizada no sítio Trincheiras, zona rural de Patos, Sertão paraibanos, foi interditada por adulteração de água mineral.

De acordo com a Vigilância Sanitária do município, a empresa utilizava processo chamado osmose reversa, onde a água de torneira é colocada em uma pressão bastante elevada, purificando-a. A Vigilância Sanitária diz que mesmo após passar pelo processo, a água é imprópria para o consumo humano.

A ação foi feita pelo Procon e o estabelecimento foi autuado e interditado e todo o material foi apreendido.

O produto era comercializado nos estabelecimentos de Patos. A empresa pode ser multada em até R$ 72 mil.

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp