Ex-namorado de Lorrayne diz que estrangulou modelo até a morte e que iria levar o corpo para Campina Grande

257
Imagem: Reprodução

A modelo Lorrayne Damares da Silva, 19 anos, foi morta por estrangulamento. De acordo com o Superintendente da Polícia Civil na Região Metropolitana de João Pessoa, o delegado Luciano Soares, o acusado disse que ele pegou a modelo no aeroporto e a levou até uma casa de veraneio em Lucena. Lá, eles discutiram e o suspeito estrangulou a jovem até a morte.

Ao ser preso, o ex-namorado confessou o crime e disse que após mata-la, iria levar o corpo para Campina Grande, mas ficou com receio de ser parado pela PRF e resolveu jogar o corpo na BR-230, às margens do Rio Paraíba. Ainda de acordo com o delegado, eles estavam separados, mas mantinham contato.

Os dois se conheceram quando ela tinha 16 anos. O homem tem histórico e prisão pela Lei Maria da Penha. O acusado foi detido pela Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar da Bahia, levado à Polícia Civil do Estado e será encaminhado para a Delegacia Seccional da Polícia Civil em Santa Rita.

Veja também:

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp