Ex-vereador acusado de atirar em Delegado é condenado a 13 anos de prisão

 

O ex-vereador Ivamar de Paiva Barreto, acusado de atirar no delegado Leonardo Machado da Costa Sousa Carvalho, foi condenado a 13  anos de prisão em regime fechado.Atualmente o policial se encontra tetraplégico e em estado vegetativo.

O júri foi realizado nesta terça-feira (07) no Fórum Afonso Campos, em Campina Grande.Na defesa do réu atuaram os advogados Ozael da Costa Fernandes e Alexandre Augusto, enquanto que na acusação ficou a promotora Artemise Leal Silva representando o Ministério Público e a audiência foi presidida pelo juiz Horácio Ferreira de Melo.A pena do acusado deverá ser cumprida no Presídio de Cajazeiras e a audiência foi acompanhado por policiais civis que  seguravam cartazes e faixas pedindo justiça.

 

O crime ocorreu no dia 13 de junho de 2015 em Uiraúna, Sertão paraibano, quando o delegado Leonardo Machado, foi baleado em uma praça pública. De acordo com a Polícia Civil, o crime teria sido motivado por uma discussão numa fila de supermercado, após a vítima discutir com um homem e ao sair do estabelecimento foi atingido por dois disparos no abdômen e na cabeça.

O policial foi socorrido e transferido para João Pessoa, onde ficou internado,e permaneceu por um bom tempo  na Unidade de Terapia Intensiva por causa do Traumatismo Crânio Encefálico (TCE).A prisão do acusado ocorreu no dia 10 de julhode 2015 no municipio de Ceará-Mirim, no Rio Grande do Norte.

Redação com Renato Diniz

 

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp