Ex-vereador quer CPI para investigar presidente da Câmara de CG

O diretor de Comunicação do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste e da Borborema (Sintab) e ex-vereador de Campina Grande, Napoleão Maracajá (PC do B), vai pedir que a bancada de oposição da Câmara entre com pedido de afastamento e de instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para investigar a presidente do Poder Legislativo, Ivonete Ludgério (foto), diante das denúncias de que ela estaria acumulando, indevidamente, salários de vereador e de servidora da Secretaria de Agricultura de Campina Grande.

Segundo Napoleão, as acusações são graves e há documentação que comprova isso.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas da Paraíba (Stiupb) e suplente de vereador pelo PTN, Wilton Maia Velez, vai entrar com representação contra a vereadora na Justiça, para que ela esclareça e se defenda das acusações.

“As acusações são graves e há contradição entre o que ela diz e os documentos oficiais. Ninguém pode usar de artifícios e caminhos ilícitos, principalmente as pessoas públicas. Diante da gravidade das denúncias, a Câmara, para não ser desmoralizada por completo, tem duas medidas a tomar. Primeiro, pedir o afastamento provisório da presidente pra que ela possa se defender das acusações, e que seja aberta uma CPI para investigar. Esperamos a decência da oposição para fazer esses encaminhamentos”, disse.

*As informações são da Rádio Campina FM

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp