Falta de pagamento de funcionários da saúde em Pocinhos provoca paralisação de servidores

Algumas categorias dos servidores públicos municiais de Pocinhos paralisaram as atividades por falta do pagamento dos funcionários efetivos. Por causa do atraso, 30 trabalhadores da Vigilância Sanitária, da Vigilância de Combate as Endemias e do Hospital Municipal Dr Antonio Luís Coutinho paralisaram às atividades. O problema é recorrente e já foi denunciado do Ministério Público, onde na próxima semana acontecerá uma audiência.

Nas redes sociais, vários cidadãos e funcionários municipais manifestaram repúdio à atual pratica administrativa da Prefeitura de Pocinhos e relaram o caos na saúde da cidade. Moradores que utilizam o Sistema de Saúde (SUS) reclamam de vários problemas. De acordo com postagem de Tatiane Silva, nas farmácias populares faltam medicamentos básicos como Ibuprofeno e Dipirina.

O que a população teme é que a ocorrência de doenças como a dengue, a zika e chikungunya aumente, por causa da suspensão dos trabalhos dos agentes, o que vem acontecendo com frequencia no município, sempre por falta do pagamento em dia.

De acordo com a diretora do Sintab de Pocinhos, Cilene Sales, os servidores decidiram pela paralisação em assembleia porque a situação é recorrente e a Prefeitura não se manifesta sobre o problema.

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp