Família de idoso denuncia negligencia e diz que houve omissão do Samu

Na tarde de quarta-feira (19), no sítio Montes, zona rural do município de Cajazeiras, um idoso Valdeci Cosme de Abreu, de 67 anos, que morreu segundo a família por falta da prestação de socorro médico, que lhe foi negado pelos profissionais da equipe do Samu do município.

O caso foi divulgação através do programa Rádio Vivo, transmitido diariamente pela Rádio Alto Piranhas de Cajazeiras.

Os familiares do idoso entraram em contato com a redação de um site do sertão para denunciar o descaso. Um parente do idoso, que reside em Cajazeiras, esteve na frente das dependências do prédio onde funciona o Samu em Cajazeiras e fez imagens através da câmera de seu celular, constatou que a informação prestada pelo médico havia sido mentirosa e havia carros disponíveis no pátio.

Um parente do idoso, que reside em Cajazeiras, esteve na frente das dependências do prédio onde funciona o SAMU em Cajazeiras e fez imagens através da câmera de seu celular, constatando que a informação prestada pelo médico havia sido mentirosa.

Nas imagens, que estão viralizadas nos grupos de WhatsApp, é possível perceber com clareza, duas ambulâncias paradas na garagem do prédio.

Segundo relatos dos familiares, o idoso Valdeci Cosmo, passou mal em sua residência, sendo inicialmente socorrido por seus familiares e vizinhos, os quais tentaram sem sucesso, convencer o médico regulador de plantão a enviar a ambulância para que a vida do paciente pudesse ser salva. No entanto, a alegação do médico regulador teria sido a de que o atendimento não poderia ser prestado naquele momento porque não haviam ambulâncias disponíveis para que fosse feito o deslocamento até o sítio do idoso.

Fonte: Farol do Sertão

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp