Forças Armadas atuarão de maneira ‘enérgica’, diz ministro

Rio de Janeiro – O ministro interino da Defesa, General Joaquim Silva e Luna durante entrega medalhas de Mérito Desportivo Militar no Comando-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais (Tomaz Silva/Agência Brasil)

O ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, afirmou nesta sexta-feira (25) que as Forças Armadas atuarão de maneira “rápida” e “enérgica” para liberar as rodovias bloqueadas por caminhoneiros pelo país.

Silva e Luna deu a declaração após se reunir com os comandantes de Exército, Marinha e Aeronáutica para definir a atuação dos militares.

Mais cedo, nesta sexta, o presidente Michel Temer afirmou em pronunciamento no Palácio do Planalto que havia acionado as tropas federais para liberar as estradas onde há bloqueios.

“Tão logo o presidente assine o decreto que autoriza o emprego das forças, será empregado. Uma ação rápida, integrada e de forma enérgica como deve ser o emprego de forças”.

Após a entrevista de Silva e Luna, o Ministério da Defesa divulgou nota (leia a íntegra mais abaixo) na qual informou como as Forças Armadas atuarão: distribuição de combustível nos pontos críticos; escolta de comboios; proteção de infraestruturas críticas; desobstrução de vias e acessos às refinarias, bases de distribuição de combustíveis e áreas essenciais.

“A principal atividade é preservar as infraestruturas críticas, preservar o movimento dessas áreas mais críticas, particularmente de refinarias – entradas e saídas -, portos e aeroportos, de modo que permita a circulação e evitar o desabastecimento das áreas onde a sociedade já está se ressentindo. Esse é o trabalho que as forças vão fazer”, afirmou Joaquim Silva e Luna.

De acordo com o Ministério da Defesa, participaram da reunião com o ministro da Defesa: Eduardo Villas Bôas, comandante do Exército; Eduardo Bacellar Leal Ferreira, comandante da Marinha; Nivaldo Rossato, comandante da Força Aérea; Paulo Humberto, comandante de Operações Terrestres do Exército e Ademir Sobrinho, chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas.

Íntegra

Leia abaixo a íntegra da nota do Ministério da Defesa:

Nota à imprensa: reunião do ministro da Defesa com comandantes das Forças Armadas

Brasília, 25/05/2018 – O ministro da Defesa Joaquim Silva e Luna reuniu-se na tarde de hoje com os Comandantes da Marinha, Exército e Aeronáutica, com o seu Chefe de Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas e com o Comandante de Operações Terrestres do Exército para definir as atividades a serem desencadeadas pelas Forças Armadas, a fim de possibilitar o retorno à normalidade das atividades no País.

As Forças Armadas serão empregadas em reforço às ações federais e estaduais, disponibilizando meios em pessoal e material para: distribuição de combustível nos pontos críticos; escolta de comboios; proteção de infraestruturas críticas; e desobstrução de vias e acessos às refinarias, bases de distribuição de combustíveis e áreas essenciais, a fim de evitar prejuízos à sociedade.

O emprego das Forças Armadas será realizado de forma rápida, enérgica e integrada.

Assessoria de Comunicação Social (Ascom) Ministério da Defesa

* Colaborou Gustavo Garcia, do G1, em Brasília

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp