Governador reajusta em até 100% bonificação de policiais por apreensão de armas de fogo

Foto: Reprodução

O governador Ricardo Coutinho (PSB) reajustou em até 100% o bônus concedido a policiais por apreensão de armas de fogo em flagrante delito. O decreto publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (2) altera um decreto anterior, de 2012, que regulamenta a Lei 9708/2012, de autoria do próprio Executivo.

O maior reajuste foi para apreensão de armas de fogo de uso permitido, com exceção de pistolas de calibre 380, que saltou de R$ 300 para R$ 600. A bonificação para armas de fogo de uso permitido, incluindo as pistolas de calibre 380 foi reajustado de R$ 600 para R$ 800.

Os valores concedidos a armas de fogo de uso restrito permanecem os mesmos: R$ 900 e R$ 1,5 mil – no caso de fuzis, metralhadoras e artefatos de uso das Forças Armadas.

O decreto ainda prevê nas hipóteses de armas apreendidas durante blitzs realizadas em motocicletas, táxis ou ônibus, bem como as decorrentes de cumprimentos de medidas cautelares de busca e apreensão ou mandado de prisão, o bônus será acrescido de 30%, não podendo exceder a bonificação atribuída a cada apreensão o valor total de R$ 1,5 mil.

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp