Governador sobre diálogo com o PMDB: Eles não nos estimularam, talvez nem quisessem

Imagem: divulgação

O governador Ricardo Coutinho afirmou que, com o lançamento da pré-candidatura de Adriano Galdino, deseja oferecer à população campinense uma nova alternativa e ressaltou seu respeito por Veneziano, apontando algumas condições do PMDB que o impediram de ter um diálogo produtivo.

– O PSB tem interesse em dar ao povo de Campina Grande uma alternativa que possa superar uma espécie de gangorra existente já há muito tempo. A candidatura de Adriano Galdino não é candidatura contra ninguém, é uma candidatura a favor de Campina. Tenho profundo respeito por Veneziano, mas as condições estabelecidas pelo PMDB não nos permite um diálogo produtivo que construísse um programa conjunto. Eles não nos estimularam, talvez nem quisessem – disse o governador.

Ricardo também disse durante o encontro estadual do PSB, que ocorreu no último sábado (20), que Campina Grande “vive em função de uma oligarquia” e precisa ser oxigenada.

– Nos preocupa a situação de Campina Grande e João Pessoa. Eu sei o patamar delas. João Pessoa está abaixo do que a população precisa para se preparar para 1 milhão de habitantes e Campina está da mesma forma, parada no tempo, vive em função de uma oligarquia. Tem uma cidadania moldada para os interesses de um grupo que há mais de 20 anos mantém sua interferência direta. A cidade precisa se oxigenar e oferecer uma alternativa de conteúdo – concluiu.

*As informações repercutiram na Rádio Campina FM, nesta segunda-feira (22)

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp