Homem vai trabalhar a cavalo por falta de combustível

Imagem: Gustavo Xavier

Com a falta de combustível durante a paralisação de caminhoneiros, o comerciante Valdenor de Abreu Cavalcanti decidiu fazer o trajeto do trabalho a cavalo. Nesta sexta-feira (25), em Campina Grande, ele abandonou a moto e a caminhonete que possui, e foi à cavalo trabalhar.

O trabalhador chamou a atenção, vestindo uma camisa em apoio à paralisação que chega ao quinto dia no Brasil. Levando nas costas a frase ‘por falta de combustível eu vim a cavalo’, o homem seguiu pelo bairro da Palmeira até o Centro da cidade, acenando aos motoristas e curiosos.

O comerciante Valdenor conta que a ideia surgiu depois que os transportes que tem, para ir e vir, ficarem sem combustível. “Eu dependo muito do combustível, principalmente do óleo diesel que uso para o transporte das mercadorias”, diz.

A moto dele, utilizada para ir ao trabalho, está na reserva e a caminhonete que utiliza para transportar as mercadorias já não tem combustível suficiente para o trajeto. Além disso, depois dos protestos dos caminhoneiros e por ser adepto ao cavalo, viu o animal como a única solução.

Imagem: Gustavo Xavier

“Enquanto os caminhoneiros estiverem parados nas estradas, eu vou para o trabalho a cavalo”, afirma o comerciante. Valdenor concorda com os protestos realizados, pois a situação da alta no preço do combustível afeta também o trabalho dele.

Valdenor conta ainda que no local do trabalho, onde ele deixa o cavalo à espera para retornar para casa, ele já reservou comida para o animal. O homem também não esqueceu de caracterizar o companheiro de estrada e pendurou uma faixa no pescoço do animal, em que está escrito “Eu apoio a greve dos caminhoneiros. Passo lá na estrada onde estão os caminhoneiros para dar apoio e pedir a eles que vão até o final”, diz Valdenor.

Fonte: G1/PB

Veja também: Presidente de Sindicado dos Motoristas da PB disse que não tem previsão de término das interdições

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp