Hugo Motta contabiliza 39 votos para líder do PMDB e ‘desmente’ saída honrosa

O deputado federal Hugo Motta (PMDB) já contabiliza 39 votos na disputa para a liderança do partido na Câmara Federal, segundo aliados. O parlamentar visa a unificação da legenda, com a sua candidatura.

 “Estamos certos da vitória porque o PMDB precisa estar fortalecido para os desafios que vêm pela frente. Esse sentimento de que a bancada precisa estar unida, não é um sentimento só meu, mas de diversos parlamentares que não concordam como as decisões em nome da bancada estão sendo tomadas”, afirmou Hugo Motta.

O deputado negou a sua saída da disputa e disse que essa semana será intensificada a sua campanha pela liderança.
“Sou candidato a líder do PMDB, não sou candidato do Governo, nem candidato da Oposição, por isso teremos a maioria. Nossa ideia é contemplar todas as alas do partido, sem perseguição, com respeito às diferenças. Sou candidato dos peemedebistas”, pontuou.

 Pelo Twitter, Motta desmentiu a matéria do Estadão, publicada nesta quinta-feira (11), de que aliados do deputado federal Leonardo Picciani (PMDB-RJ) se reuniriam com o paraibano para propor a sua saída da disputa.

 Segundo a matéria, Motta seria procurado na véspera da eleição da bancada, na próxima terça-feira (16). O objetivo seria mostrar ao deputado que a escolha de Picciani à frente do partido estaria consolidada. Quem propôs a “saída honrosa” do parlamentar foi o deputado Leonardo Quintão (PMDB-MG).

 “Além de desmentir, quero dizer que eleição se ganha com voto e não plantando notícias em jornais. No dia 17 contaremos os votos de cada um”, escreveu o deputado paraibano em sua rede social.

 Aliados de Motta dão como certa a vitória do peemedebista. De acordo com ele, a etapa agora é de manter contatos, reafirmar os votos e garantir vantagem por meio dos indecisos.

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp