Hugo Motta é cotado para disputar presidência da Câmara

O deputado federal paraibano Hugo Motta (PMDB) está sendo cotado para disputar a presidência da Câmara dos Deputados. O rumor surgiu na última quinta de manhã quando Eduardo Cunha (PMDB-RJ) foi afastado do mandato por decisão do ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF). Para que haja vacância, contudo, Cunha teria que renunciar à presidência, algo que ele garantiu hoje que não fará. Ainda assim, os nomes que circulam nos bastidores como possíveis candidatos à sucessão são o deputado Hugo Motta, além dos colegas Jovair Arantes (PTB-GO), Rogério Rosso (PSD-DF) e André Moura (PSC-SE).

Um especialista em regimento da Casa entende que uma nova eleição só se daria por meio de uma eventual renúncia do peemedebista; outros afirmam que um acordo com os partidos representados na Câmara viabilizaria um mandato-tampão. Ninguém parece querer manter Waldir Maranhão (PP-MA), atual vice-presidente, assumindo a vaga de Cunha.

Mau humor – Hugo visitou ontem, dia 05, o presidente afastado da Câmara e disse que Cunha estava “muito abalado” e “não falou muito”.

Segundo Motta, os advogados de Cunha consideraram a decisão do ministro Teori Zavascki do Supremo Tribunal Federal (STF) como “uma interferência” porque não só afasta Cunha da presidência da Câmara como suspende o mandato dele de deputado federal.

Motta relatou que toda a equipe de Eduardo Cunha agora aguardava os argumentos de Teori no julgamento da Corte hoje á tarde para depois decidir o que fazer.

Mais cedo, O primeiro-secretário da Câmara, deputado Beto Mansur (PRB-SP), que também esteve reunido pela manhã com Cunha, disse que o presidente afastado da Casa ficou “surpreso e perplexo” com a decisão de Teori.

com Folha de S. Paulo

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp