Idosa mordida por raposa morre no Lauro Wanderley

62
Foto: Reprodução

A idosa do município de Riacho dos Cavalos no sertão paraibano, Maria de 68 anos, que foi mordida na mão por uma raposa, no dia 8 de abril, morreu nesta segunda-feira (13) à tarde. Maria residia no sitio Craúnas e encontrava-se internada em estado grave no  Hospital Universitário Lauro Wanderley, o HU de João Pessoa, referência no tratamento do caso.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), na época a idosa teve a mão amputada durante a mordida. Ela deu entrada em um hospital de Catolé do Rocha apresentando sintomas característicos da raiva humana, como dificuldade de deglutição, delírios, espasmos, desorientação e agitação psicomotora.

No mesmo dia, a idosa foi transferida para a Capital, onde foi coletado material para o exame no laboratório de referência e onde permanece internada, sedada e entubada, em quadro clínico considerado grave. Mesmo desacordada, ela apresentou movimento de membros, espasmos e desequilíbrio de funções involuntárias de coordenação.

Compartilhar

Enquete

Você é CONTRA ou A FAVOR de encerrar a quarentena do COVID-19?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp