Impeachment: Dilma Rousseff deverá ser afastada por um placar de 56 X 21

Caso não existam “grandes novidades” até a hora da votação na manhã desta quarta-feira (11), a presidente da república, Dilma Rousseff (PT), será afastada do cargo por um placar de 56 ou até 57 votos favoráveis ao impeachment e 21 contrários. O cálculo é do líder do PSDB no senado, senador Cássio Cunha Lima.

A aprovação do relatório da Comissão Especial do Impeachment, de autoria do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), exige maioria simples dos senadores presentes – metade mais um. Por exemplo: se estiveram presentes 60 senadores, são necessários pelo menos 31 votos. O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), só vota em caso de empate.

Renan Calheiros não quis dar detalhes de como e quando a presidente Dilma Rousseff será notificada da decisão dos senadores, caso seja aprovada a abertura do processo de impeachment.

Ele disse que a notificação deverá ser feita pelo primeiro secretário da Mesa do Senado, o senador Vicentinho Alves (PR-TO). A tendência é que a notificação aconteça na quinta-feira.

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp