Imprensa nacional revela que Manoel Junior foi “fritado” dentro do seu próprio partido

Enquanto o deputado federal Manoel Junior atribui a sua não nomeação no Ministério da Saúde aos adversários na Paraíba, como o governador Ricardo Coutinho (PSB) e o deputado Luiz Couto, foi no seio peemedebista que veio a “rasteira”, conforme escreveu o jornalista Cláudio Humberto, em sua coluna no Diário do Poder desta terça-feira (6).

“É a segunda vez que Leonardo Picciani (PMDB-RJ) dá rasteira em Manoel Jr (PMDB-PB). Primeiro, Picciani levou a liderança da sigla na Câmara. Agora, emplacou Marcelo Castro (PMDB-PI) na Saúde”, diz Cláudio.

Claudio Humberto

Redação.

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp