Insatisfeito com o PSDB, Romero se encontra com Bolsonaro e pode entrar no PSL

Já se começa a discutir nos bastidores da política paraibana o encontro que o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues(PSDB), com o deputado federal e presidenciável Jair Bolsonaro. Quem esteve acompanhando o encontro foi o vice-presidente do PSL e pré-candidato a deputado federal pelo partido na Paraíba, Julian Lemos, fiel escudeiro da tropa “Bolsonarista” no estado. A especulação foi levantada pelo jornalista Clilson Júnior, em sua coluna no portal ClickPB.

Por outro lado Romero se encontra em uma grande dúvida se deixa o governo municipal para entrar na corrida pelo Palácio da Redenção, isso porque o PSDB não tem sinalizado que dará o apoio ao gestor campinense em uma eventual disputa. Desde a renúncia do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo(PSD), que foi inúmeras vezes preterido pelo presidente estadual do PSDB, Ruy Carneiro.

Atualmente o ninho tucano na Paraíba tenta emplacar uma possível candidatura ao governo do deputado federal Pedro Cunha Lima ao governo, e do senador Cássio Cunha Lima para disputar um mandato para deputado federal ou reeleição ao senado. A única coisa que o mandatário do PSDB tem dito sobre apoiar Romero, é de que os candidatos renunciem que até as convenções será decidido o nome do PSDB ao governo.

Com essa incerteza Romero foi à Brasília talvez buscar um outro lugar, aonde ele tenha a garantia de que se sair da prefeitura será candidato ao governo do estado. Talvez vendo a possibilidade do crescimento que tem tido o nome do presidenciável Jair Bolsonaro, que em algumas pesquisas tem estado próximo a pré-candidato e ex-presidente petista Luís Inácio Lula da Silva, encontre talvez no PSL esse partido que vai lhe dar esse apoio.

Ontem o vereador e aliado do prefeito campinense, Alexandre do Sindicato(PHS), pontuou que essa indefinição por parte dos dirigentes tucanos quanto ao apoio ou não a Romero ao governo tem entristecido ele, que não esconde seu desejo de disputar a corrida ao Palácio da Redenção.

Redação

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp