Irmão de Romero deverá se filiar ao PSL de Bolsonaro e disputar mandato de deputado estadual

O irmão do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), o ex-secretário Executivo de Interiorização da Paraíba, Moacir Rodrigues, se reuniu na manhã deste sábado (17), com o presidente do Partido Social Liberal (PSL) no Estado, Julian Lemos, para tratar de uma possível filiação a legenda comandada nacionalmente pelo presidenciável, Jair Bolsonaro.

Moacir, se filiando ao PSL, deverá deixar o PSD do deputado federal Rômulo Gouveia, assim como fez essa semana o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, que migrou para o Partido Verde.

Julian teria oferecido o diretório do PSL na Rainha da Borborema a Moacir, que em 2014 ensaiou uma candidatura a deputado federal, mas, após o rompimento entre o grupo Cunha Lima e o governador Ricardo Coutinho (PSB), preferiu ficar fora da disputa.

Oficializada a candidatura de Rodrigues a deputado estadual, Tovar Correia Lima (PSDB), Bruno Cunha Lima (PSDB), Manoel Ludgério (PSD), Daniella Ribeiro (PP), Renato Gadelha (PSC), Eva Gouveia (PSD), entre outros, são diretamente afetados, pois irão concorrer na mesma base eleitoral.

Gabriel Barbosa – Redação

Veja também:

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp