Juiz substituto reduz processos acumulados em Comarca de Pocinhos

 

O juiz substituto da Comarca de Pocinhos, Edivan Rodrigues e este ano, foi responsável pela condução do processo eleitoral está deixando a região. O magistrado é titular da Vara de Entorpecentes e em menos de três anos, ele se destacou pela redução do número de processos que estavam congestionados. Raramente há baixa de processos no Judiciário, com raras exceções os números de processos tendem a crescer.

Embora a Comarca de Pocinhos tenha uma distribuição superior a 100 processos por mês, o juiz conseguiu baixar o número de processos ativos na Comarca de Pocinhos de 3.783 em janeiro de 2014 para 2.544 até este mês de novembro.

De acordo com o magistrado Edivan Rodrigues, a Taxa de Congestionamento da Justiça Estadual é de 74,1%, na comarca ela ficou numa média de 60,5%. “Com muito esforço e empenho de toda equipe, conseguimos manter no nível amarelo, que é aceitável e se situa numa média de 60,5%”, disse.

A taxa de congestionamento indica a proporção de processos ainda não solucionados. O índice referente a esta taxa deve ser entendido da seguinte forma: quanto menor o resultado da taxa de congestionamento, melhor será o desempenho da Comarca.

De acordo com o juiz, a marca foi alcançada graças ao engajamento dos servidores. “Parabenizo e agradeço todos os servidores do Forum de Pocinhos que se empenham para cumprir as nossas metas. Os servidores do cartório, assessoria de gabinete, oficiais, distribuição, gerência e apoio, que juntos somam 12 pessoas foram decisivos neste esforço que fizemos”, disse.

O juiz passou a responder pela comarca em 2014, quando a Comarca de Pocinhos tinha um passivo de quase 4 mil processos, o que é muito para uma Comarca de 1ª entrância. “Por isso fomos mostrando aos servidores o quanto era importante baixar o número de processos ativos, prestando uma melhor jurisdição e diminuindo a taxa de congestionamento. Estabeleci metas de redução, métodos de uniformização de atos cartorários e concentração das audiências e depois  fui treinando os servidores e acompanhando a desenvoltura deles. Eles vestiram a camisa e junto comigo fizeram todo esforço para alcançar esses resultados. Por não ser titular da Comarca não tenho como me dedicar integralmente porque estou lá apenas duas vezes por semana”, disse.

O juiz Edivan Rodrigues também já havia conseguido reduzir a taxa de congestionamento na Vara de Entorpecentes de Campina Grande. Em 2011, quando a assumiu, ele se deparou com 1.255 processos e conseguiu reduzi-los para 355.

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp