LEIA A CARTA: Prefeito afastado não assumirá cadeira na ALPB

O prefeito afastado do município de Bayeux, Berg Lima, não assumirá mandato na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), mesmo sendo o suplente que em tese tomaria posse com a licença do deputado Genival Matias (Avante).

Berg está preso no 5º Batalhão da Política Militar em João Pessoa, por corrupção passiva desde julho deste ano após o vazamento de um vídeo em que ele é gravado recebendo propina de suposta extorsão. Ele poderia tomar posse mesmo com impasses jurídicos, porém abdicou do direito.

Na carta, direcionada ao presidente da Assembleia, deputado Gervásio Maia (PSB), Berg exalta a votação que obteve no pleito de 2016 quando disputou a Prefeitura de Bayeux obtendo mais de 33 mil votos, e afirma ter fé na justiça divina e na dos homens.

Em 2014, Berg disputou uma das 36 cadeiras do Legislativo Estadual pela coligação composta pelo PT do B, Solidariedade, PPS, PTN, PMN, PSDC e PRB, alcançando 11.775 votos.

Deve assumir o mandato em decorrência da licença de Genival Matias, o suplente Dr. Américo Cabral (Avante).

Redação

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp