Liminar é derrubada e Safadão fará show em Caruaru

A liminar que suspendeu o show de Wesley Safadão no São João de Caruaru foi derrubada no início da noite desta quarta-feira (22), confirmando o show do cantor no próximo sábado (25).
O recurso da prefeitura de Caruaru apresentado ao Tribunal de Justiça de Pernambuco foi acatado pelo desembargador José Viana Ulisses Filho.

A liminar que pedia a suspensão do show é resultado de uma ação popular movida pelos advogados Dimitre Bezerra, Marcelo Rodrigues e Ewerton Bezerra na última segunda-feira (20).
O show gerou polêmica pelo cachê de R$ 575 mil que será pago ao artista, num valor 85% maior que o pago ao mesmo artista na festa junina do ano passado.

Em nota, a prefeitura de Caruaru diz que o cachê é compatível com o valor de mercado no artista e informa que outras cidades, como Patos (PB), pagaram cachê semelhante.

Aquele 1%

Revelado pela banda Garota Safada, Wesley Safadão é atualmente um dos artistas de maior sucesso do país com músicas como “Aquele 1%” e “Camarote”.

Neste mês de junho, Safadão tem 30 shows programados em 13 Estados. Nos dias 24, 25 e 26 fará dois shows por dia em cidades da Bahia, Pernambuco e Paraíba.

Além dos R$ 575 mil destinados ao cantor, a prefeitura de Caruaru gastará outros R$ 3,5 milhões com a contratação de artistas para o São João. O custo total da festa é de R$ 13 milhões.

A contratação foi feita num momento em que a prefeitura enfrenta crise financeira, tem gasto com pessoal acima do limite e está em estado de emergência por causa da seca.

Na segunda-feira (20), os gastos com cachês foram questionados pelo Ministério Público Federal, pelo Ministério Público do Estado de Pernambuco e pelo Ministério Público de Contas.

Outro lado

A Fundação de Cultura de Caruaru diz que recorreu na Justiça para manter o show de Wesley Safadão porque o a ausência do artista representaria “um dano irreparável à economia de Caruaru e região”.

“O entendimento do governo municipal é de que não há irregularidade ou discrepância na contratação efetuada com o artista. Por esta razão, embora não tenha sido ouvida pela Justiça, usará todos os meios legais para garantir a apresentação do cantor”, disse.

A Luan Produções, responsável por comercializar os shows de Safadão, informou que não foi notificada sobre o cancelamento e o show está mantido.

Compartilhar