Luciano Cartaxo é eleito para compor a Frente Nacional de Prefeitos

Exercendo seu segundo mandato, respeitado pelo modelo de gestão por resultados que vem desenvolvendo em João Pessoa, o prefeito Luciano Cartaxo foi eleito por unanimidade nesta quarta-feira (26), em Brasília, para compor a diretoria executiva da Frente Nacional de Prefeitos, na chapa comandada pelo prefeito Jonas Donizette (Campinas, PSB) e que é formada ainda por gestores como João Doria Júnior (São Paulo, PSDB), Arthur Virgílio (Manaus, PSDB), Geraldo Júlio (Recife, PSB), Roberto Cláudio (Fortaleza, PSB), ACM Neto (Salvador, DEM) e Edvaldo Nogueira (Aracaju, PCdoB).

A eleição, seguida imediatamente da posse, ocorreu durante o IV Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável, maior evento de sustentabilidade urbana do país, que se realiza no estádio nacional Mané Garrincha, em Brasília, até a próxima sexta-feira (28).

Luciano Cartaxo terá sob sua responsabilidade toda a ação da FNP relacionada às grandes metrópoles do país. Ele será diretor executivo dedicado às questões das Regiões Metropolitanas, tema de uma das principais rodadas de debate promovida na terça-feira (25), durante o Encontro. “Reinventar o financiamento e a governança das cidades, eixo central das discussões que temos tido aqui, é um desafio imenso. E precisamos encontrar novos caminhos de governança metropolitana, implementando soluções conjuntas, mais eficientes e mais baratas”, salientou Cartaxo.

Esse desafio, diz o prefeito, tem sido encarado de frente diariamente em João Pessoa, uma cidade que caminha para chegar a 1 milhão de habitantes, mas que já é o polo aglutinador de outras 11 cidades, cuja população conjunta se aproxima de 1,3 milhão de pessoas. Além disso, o Brasil conta com 74 regiões metropolitanas, das quais, uma dúzia foram criadas na Paraíba nos últimos anos (João Pessoa, Campina Grande, Patos, Guarabira, Cajazeiras, Vale do Piancó, Esperança, Itabaiana, Mamaguape, Sousa, Barra de Santa Rosa e Araruna).

Segundo Luciano, a nova diretoria tem como principal desafio orientar os gestores públicos municipais em um dos momentos mais difíceis e críticos da história econômica do Brasil, sem deixar de lado as discussões sobre o futuro das cidades e o desenvolvimento sustentável dos 5.570 municípios brasileiros. “João Pessoa não poderia ficar de fora desses debates e da condução desse processo. Foi por isso que imediatamente aceitei o convite do nosso presidente, Jonas Donizette, para compor a diretoria. Temos uma contribuição importante a dar nesse momento de crise, inclusive por tudo o que estamos realizando na nossa cidade”, ressaltou Cartaxo.

Destaque de João Pessoa – O prefeito tem sido procurado por diversos gestores públicos municipais, da Paraíba e de outros estados da Federação, para repassar um pouco da experiência implementada em João Pessoa com resultados extremamente satisfatórios. “Nos procuram em busca de informações sobre como conseguimos enfrentar a crise, manter os compromissos, principalmente com o funcionalismo, em dia e ainda realizar um conjunto histórico de obras na nossa cidade, montando a maior rede de UPAs da Paraíba, a maior rede de creches e investimentos na entrega de mais de 5 mil apartamentos, reduzindo a menos da metade o nosso déficit habitacional”, salientou Luciano.

O segredo, diz o prefeito de João Pessoa, tem sido conciliar planejamento com uma gestão rigorosa dos gastos públicos, procurando reduzir despesas de custeio para assegurar o aumento dos investimentos. Cortes com telefones, viagens, combustíveis, consumo de materiais, de luz, de água e outros insumos. Além disso, uma ação forte para ampliar a arrecadação da prefeitura, sem aumentar impostos – promovendo, por exemplo, a renegociação de dívidas dos contribuintes e mutirões fiscais. “O que nos permite avançar, com investimentos em toda a cidade, é a determinação de promover uma gestão de resultados. Então, nos primeiros sinais da crise, ainda no começo da nossa primeira gestão, já adotamos um forte programa de contenção de despesas. Entendemos desde então que crise a gente enfrenta, não fica só reclamando”, completou.

NOVA EXECUTIVA DA FRENTE NACIONAL DE PREFEITOS:

Presidente – Jonas Donizete (Campinas, SP)

1º Vice-presidente – Carlos Amastha (Palmas. TO)

2º Vice-presidente – Roberto Cláudio (Fortaleza, CE)

Relações Institucionais – João Doria (São Paulo, SP)

Relações internacionais – Luciano Rezende (Vitória, ES)

Relações com Congresso Nacional – Arthur Neto (Manaus, AM)

Relações com Judiciário – Dr. Hildon (Porto Velho, RO)

Secretário-geral – ACM Neto (Salvador, BA)

1º Secretário – Edvaldo Nogueira (Aracaju, SE)

2º Secretário – Gean Loureiro (Florianópolis, SC)

PPPs e Concessões – Tereza Surita (Boa Vista, RR)

Reforma Federativa – Emanuel Pinheiro (Cuiabá, MT)

Regiões Metropolitanas – Luciano Cartaxo (João Pessoa, PB)

ODS – Marcelo Crivella (Rio de Janeiro, RJ)

Cidades Inteligentes – Rafael Greca (Curitiba, PR)

Mudanças Climáticas – Geraldo Júlio (Recife, PE)

Redação com Os Guedes

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp