Luiz Couto denuncia perseguição a Lula e ao PT

O deputado Luiz Couto (PT-PB) registrou em pronunciamento no plenário reportagem publicada pelo site Brasil 247 em que o antropólogo John Comaroff, professor na Universidade Harvard, afirma que a Operação Lava-Jato viola a lei para criar “a presunção de culpa” do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “O Partido dos Trabalhadores, bem como o ex-presidente Lula, estão sendo perseguidos, acusados levianamente e tendo seus direitos violentados por terem levantado este país do pó, reorganizado a sociedade, a economia e fortalecido o estado democrático de direito. Motivos suficientes que incomodam os grandes empresários e a grande mídia”, disse.

De acordo com o parlamentar petista, em entrevista ao Jornal Folha de São Paulo, o professor John Comaroff  defendeu a substituição do juiz Sergio Moro para acabar com os questionamentos sobre sua isenção nas ações contra o petista, como a divulgação de gravações telefônicas e o grampo no escritório dos advogados de Lula, que ele classificou como “muito ilegal no mundo todo”.

O deputado Luiz Couto citou ainda outros trechos da entrevista do especialista. “Segundo Comaroff, ao vazar conversas privadas, mesmo que envolvam 20 pessoas, se Lula está entre elas, você sabe que é dele que a mídia falará. Isso é ‘lawfare’. Você manipula a lei e cria uma presunção de culpa. Ainda, o especialista afirmou que não se pode fingir que não se esperava que essas medidas contra Lula não teriam  impacto. Isso demonstra uma ânsia em acusá-lo. Parece que Lula tem recebido um tratamento diferente nos aspectos legais na operação, disse o especialista”.

O Brasil após o golpe, acrescentou Luiz Couto,  vive um Estado paralelo de violações graves contra o cidadão brasileiro. “Todas as vezes que vemos a polícia agir contra o MST e contra os movimentos sociais, lembramos que este tipo de intimidação  é para atingir o projeto de governo que o PT implantou durante os 13 anos no Poder. Fortalecemos os movimentos sociais e agora estão tentando enfraquece-los para inviabilizar nosso partido. O mundo está vendo o que o Brasil está passando. Talvez, um dos piores momentos. Mas, os golpistas não contam com uma peça ainda mais forte e mais democrática, o despertar do povo brasileiro”, ressaltou.

“O sistema político  pode até estar apodrecido, carcomido e corrompido, mas a esquerda brasileira e o campo democrático-popular estão sendo convocados a construir uma estratégia que não se limite às disputas eleitorais. Vamos às ruas, ocupá-las,  resistir e lutar sempre”, finalizou o deputado Luiz Couto.

Ascom do Dep. Luiz Couto

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp