Maranhão sobre abrir mão de candidatura: “Assunto reservado”

Maranhão durante fala em encontro do PSDB

Após o prefeito de Campina Grande e pré-candidato ao Governo do Estado, Romero Rodrigues (PSDB), afirmar que em conversa com o também pré-candidato José Maranhão (MDB) ele teria dito que abriria mão da candidatura por outro candidato da frente das oposições, foi a vez do próprio Maranhão comentar, nesta terça-feira (09), sobre o assunto.

Na verdade o senador despistou com relação as tratativas firmadas em diálogo com o gestor campinense. “Esse é um assunto reservado, eu não posso comentar”, afirmou. Como complemento, indicou positivamente quando indagado sobre preferir deixar o assunto nos bastidores oposicionistas.

Maranhão fala sobre conversa entre Manoel Jr. e Temer acerca da política local

O vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Junior (MDB), revelou ter recebido uma ligação do presidente da República, Michel Temer (MDB), onde conversaram sobre a saúde do presidente e a política local. Questionado se a candidatura do senador José Maranhão ao Governo do Estado foi tratada, o vice-prefeito disse que não, mas que foi comentado que o atual cenário da oposição é positivo, com os pré-candidatos despontando nas pesquisas, e que “Luciano [Cartaxo] está em primeiro lugar”.

O senador Maranhão revelou que também conversou com o presidente nesta terça-feira, e que a ponta das pesquisas sequer chegou a ser mencionada por Temer durante conversa entre eles. “Por coincidência também falei com Michel Temer hoje e ele não tocou nesse assunto. Michel conversou com muito interesse na minha candidatura, corroborou a admiração e respeito que tem com Zé Maranhão, e não falou sobre esse assunto”, disse Maranhão.

Questionado se concorda com as afirmativas de seu correligionário Manoel Junior com relação ao prefeito da Capital estar em primeiro lugar nas pesquisas, Maranhão se reservou. “Não quero fazer prerrogativa, avaliação, nada. Para não dizerem que estou desqualificando”, resumiu.

Na conversa com Temer, Maranhão disse que falou sobre governo, políticas públicas e a questão da liberação da ajuda federal aos municípios – referindo-se aos R$ 2 bilhões de auxílio-extra, onde a Paraíba receberá cerca de R$ 62 milhões.

Veja também:

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp