Marcelinho Paraíba garante que seria titular do Flamengo no lugar de Gabigol

75
Foto: Divulgação

Marcelinho Paraíba afirmou durante live na semana passada que teria lugar garantido como titular do time do Flamengo, no lugar do artilheiro do Brasileirão e da Libertadores pelo clube carioca, Gabigol. O ex-meia está aposentado desde o mês de março, quando vestiu a camisa da Perilima no Campeonato Paraibano pela última vez. 

Marcelinho foi incitado a comentar sobre o Flamengo, um de seus ex-times e que nos últimos meses, após a chegada do português Jorge Jesus para comandar o clube, entrou em uma grande fase e enfileirou títulos. Sem qualquer modéstia, Marcelinho afirmou que teria vaga entre tantas estrela e ainda minimizou os feito de Gabigol, jogador que ele aponta com o que lhe daria a vaga entre os titulares.

“Sairia Gabigol. Mesmo ele fazendo muitos gols, sendo artilheiro, eu acho que ele sairia. É muito fácil você fazer muitos gols num time daquele”, analisou.

E, para justificar a sua análise, o ex-meia relembrou uma partida entre Joinville e Palmeiras, pelo Brasileirão de 2015, quando ele e Zé Roberto, também aposentado hoje, jogaram com 40 anos cada. “Eu fui jogar pelo Joinville contra o Palmeiras, de Zé Roberto. Eu fiz dois gols e ele também jogou bem. Nós dois tínhamos a mesma idade, mas eu corria mais, pois jogava em um time inferior”, relembrou o ex-meia.

Por fim, o jogador ainda garantiu que ajudaria o clube a marcar gols de falta, algo que não acontece desde junho de 2018. “Eu ainda ajudaria o Flamengo a fazer gols de falta, que é a única coisa que falta ao time”, finalizou.

O paraibano encerrou a carreira em março deste, aos 45 anos, com a camisa da Perilima, time de Campina Grande. Ao longo dos últimos anos, o ex-jogador defendeu camisas como as de Sport, São Paulo, Fortaleza, Portuguesa, Inter de Lages, Treze, além da Águia de Campina, o seu último time. Antes disso, brilhou com as camisa do Grêmio e do Hertha Berlin, da Alemanha, dentre outras passagens pelo futebol.

Vale destacar que Marcelinho defendeu o Flamengo nos anos de 2008 e 2009. Pelo time, foram 25 partidas e 10 gols marcados. No entanto, a saída foi conturbada, porque o jogador deixou o clube em litígio por cobrar salários atrasados. Ele seguiu para o Coritiba, enquanto o Rubro-Negro surpreendeu na temporada, se tornando campeão brasileiro com Adriano e Petkovic como destaques.

Eis que 10 anos depois, o Flamengo é praticamente outra equipe no quesito de administração e estrutura. Hoje, o time é o atual campeão da Libertadores, do Brasileiro, do Carioca, da Recopa Sul-Americana e também da Supercopa do Brasil. Tudo isso com um grande elenco e um técnico europeu.

Já Gabigol, artilheiro dessa equipe, é o maior goleador do Brasil em 2019. Antes de chegar ao Flamengo, o jogador também foi o máximo goleador do Brasileirão de 2018, só que vestindo a camisa do Santos.

ACESSE TAMBÉM:

‘Progressista e tribal’, Bar do Tenebra corre risco de fechar as portas e inicia vaquinha online para pagamento de contas atrasadas

Compartilhar

Enquete

Você é CONTRA ou A FAVOR de encerrar a quarentena do COVID-19?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp