Mesmo a oposição combalida com decisões do STF, Cássio acredita no impeachment de Dilma

Foto: George Gianni/PSDB

Líder do PSDB no Senado, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), revelou em entrevista nesta segunda-feira (19) ao portal Diário do Poder que ainda acredita no impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).

A ordem na oposição é não se abater com decisões que dificultam o impeachment. “Há esperança, sob pena de o Estado se não prestar seu dever constitucional”, diz Cássio Cunha Lima (PSDB-PB).

A fim de evitar inconsistências jurídicas e dessa forma aumentar as chances de afastamento da presidente Dilma Rousseff, os partidos de oposição na Câmara dos Deputados vão apostar em novo pedido de impeachment, que será apresentado na sexta-feira. O texto é uma junção das peças dos juristas Hélio Bicudo, Miguel Reale Júnior e Janaina Pascoal.

A decisão foi tomada em reunião ontem na casa do líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), em resposta às liminares emitidas pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que suspenderam o rito proposto pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

Após as liminares do STF, integrantes de PSDB, DEM, PR e PSOL apresentarão ação mais consistente de impeachment, incluindo relatório do MP que aponta pedaladas em 2015.

Redação

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp