Ministério Público apura denúncias contra dois vereadores campinenses

A Promotoria do Patrimônio Público em Campina Grande transformou em duas as apurações que realiza no momento com relação à Câmara de Vereadores.

No caso da denúncia de acumulação da vereadora-presidente Ivonete Ludgério (PSD) – como parlamentar e servidora municipal -, houve a comunicação de sua licença no começo de outubro último, em uma dessas apurações.

A Secretaria de Agricultura da PMCG informou ao Ministério Público que Ivonete dava “expediente externo no turno da tarde”, totalizando 30 horas semanais.

A Pasta não enviou a ´folha de ponto´ solicitada, sob a alegação de que “não há exigência de folha de ponto para trabalho externo”, ou seja, não há qualquer tipo de acompanhamento.

Em outro ´procedimento preparatório´ do MP, foi informado pela mesa diretora da própria Câmara ao promotor de justiça Alírio Batista que a presidente não nomeou – como fora denunciado – uma irmã e duas cunhadas, razão pela qual “não se vislumbra a prática de nepotismo”.

O ofício assinala igualmente que as pessoas citadas não estão “subordinadas” à presidente, direta ou indiretamente, sendo uma lotada na Secretaria de Saúde da PMCG e outra na Procuradoria Jurídica do Legislativo, nomeada desde 1999.

“Não há qualquer vinculação de parentesco, consanguíneo ou civil” com a procuradora da Câmara, grifa o documento remetido ao MP.

Nesse processo do MP, há um ofício de setembro último da Secretaria de Agricultura da PMCG informando que Ivonete atua regularmente “no exercício funcional”, e que “há compatibilidade de horário” com as suas funções legislativas.

Nesse mesmo procedimento existe uma apuração em curso – iniciada em 2016 – contra o vereador Pimentel Filho (PSD), tratando da prática de nepotismo.

Em renovados ofícios – o último deles datado de 18 de outubro passado -, o promotor recomenda à PMCG o desligamento de três parentes do parlamentar (esposa e dois filhos).

*fonte: coluna Aparte, com Arimatéa Souza

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp