MONTADAS: Prefeitura comemora 52 anos com 3º desfile cívico da atual gestão

Com o tema “Meio Ambiente: Preservando Para as Próximas Gerações” o evento acontecerá neste domingo dia 18.

A cidade de Montadas completou no último dia 14 de outubro, 52 anos de emancipação política. Para comemorar a data, a Prefeitura Municipal, através das Secretarias de Educação e Assistência Social, realiza o terceiro desfile cívico da atual gestão.

Com o tema “Meio Ambiente: Preservando Para as Próximas Gerações” o evento acontecerá neste domingo dia 18.

Pela manhã, haverá uma alvorada para o hasteamento da bandeira do município no pátio da Prefeitura Municipal.

Às 15 horas o desfile terá abertura oficial e a primeira Banda Fanfarra a se apresentar será a Antônio Veríssimo de Souza, pertencente ao município, que vai conduzir os alunos da escola Erasmo de Araújo Souza.

Além desta, as escolas municipais, Helena José Porto; Genuíno Brito da Silva;  Maria Vital dos Santos; Manoel Sebastião do Nascimento;  Maria das Neves Pereira e Irineu José de Maria, alunos do EJA e do Mais Educação também farão apresentações na parada cívica.

Representando a rede privada de ensino, desfila a escola Arco Iris.

Pela Secretaria de Assistência Social, os participantes do CRAS marcham pelo Grupo de Idosos, Grupo de Mulheres, do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) e do NUCA (Núcleo de Participação e Desenvolvimento do Adolescentes).

Pelo menos 13 Bandas Fanfarras e Maciais se apresentarão e ao final do desfile haverá um encontro entre elas.

festaApós o encerramento, haverá shows gratuitos em praça pública com as bandas da região: Coco Seco, Diogo Cirne, Tony Show e Apaixonados do Forró.

Para o prefeito, Jairo Herculano de Melo, o objetivo do evento é resgatar a cultura que estava perdida e celebrar junto à população o aniversário da cidade.

Em 2013 e em 2014 o evento contou com centenas de pessoas moradores da cidade e de municípios vizinhos e foram considerados um sucesso pelo público presente.

História

Montadas teve o nome dado pelos vaqueiros que perdiam os animais devido a mata fechada, onde predominava uma espécie de árvore espinhosa chamada Jucuri.

Os vaqueiros montavam acampamentos no local para tentar recapturá-los, pois segundo eles, os animais ficavam amontoados no mato. Quando algum animal se perdia, logo diziam que os bichos deveriam estar no montado.

Fundada 1917, pelo Sr. Manoel Cirino Lira, parte das terras foi doada para a construção de uma capela, criando assim “O padroeiro do Coração de Jesus”. Posteriormente, casas foram construídas ao redor da capela e criada a vila de Montado, pertencendo, à época, ao município de Campina Grande.

Em 1944, a vila passou a pertencer ao município de Esperança, onde passou à categoria de distrito de Montada.

O distrito passou a ter o Sr. Antônio Veríssimo de Souza como representante na Câmara Municipal de Esperança, por três legislaturas. Foi eleito presidente da Casa e iniciou a luta pela emancipação política de Montada.

Teve o apoio do então prefeito de Esperança, Luiz Martins de Oliveira e do deputado estadual da Região, Francisco Souto Neto.

Então, em 14 de outubro de 1963, foi aprovada na Assembleia Legislativa da Paraíba, a emancipação política de Montadas, que recebeu a letra “S” ao final do seu nome.

Redação

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp