Moradores da cidade de Esperança estão sem atendimento do Samu

Foto: Ilustração/Reprodução

Por falta de médicos e socorristas os moradores do município de Esperança, no agreste, estão sem o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). De acordo com os usuários, os serviços foram paralisados após a derrota do atual prefeito, Anderson Monteiro, do PSC.

A denúncia foi feita por uma enfermeira, que não quis se identificar. De acordo com ela, após o prefeito perder a eleição foram demitidos quatro médicos.

A enfermeira ainda relatou que a unidade conta com suportes e equipamentos avançados de UTI, mas a ausência de um médico na equipe dificulta o atendimento de urgência.

Diante de uma ocorrência de urgência o médico plantonista do hospital local é acionado, mas nem sempre o mesmo tem experiência para tal função.

A coordenadoria do Samu não quis passar informações.

Redação.

 

Compartilhar

Enquete

Você concorda com a volta às aulas presenciais este ano?

Cotações

  • Dólar Turismo
  • Libra
  • Peso Arg.
  • Bitcoin

Denuncie pelo WhatsApp